domingo, 19 de fevereiro de 2012

Kielet

     Podia escrever um post todos os dias? Podia. Quero escrever um post todos os dias? Talvez. Tenho capacidade para escrever um post todos os dias? Definitivamente não. Assuntos não faltam, coisas engraçadas, diferentes ou deprimentes que acontecem todos os dias por aqui davam para escrever vários posts por dia. Mas há dois problemas: tempo e energia.
     Quando falo de tempo, o que eu quero dizer é que aqui passa tudo muito rápido, mas já começo a sentir as horas a esticarem. No inicio eram dias de 6 horas, agora já começo a sentir mais, já consigo parar por uns momentos sem nada para fazer. Mas claro que esse tempo não é aplicado aqui, e ai chegamos ao segundo problema: energia.
     Eu tenho muita energia física, disso não me posso queixar. Durmo bem, nada a apontar. Mas mentalmente sinto-me destruído no fim de alguns dias. Pensar constantemente em inglês cansa. Não me estou a queixar, não é assim tão difícil. Difícil é estar no meio de um grande grupo de espanhóis que quando estão juntos falam em espanhol, e claro, o meu curioso cérebro começa a traduzir tudo automaticamente se eu não o parar. Para além disto ainda tem o desplante de formular uma resposta em inglês, depois de ter feito passar tudo pelo meu natural português. Energia mental: destruída.
     Por isso já sabem, se eu não estiver a escrever aqui é porque estou estudar finlandês (ou não, não preciso dos créditos de finlandês).

2 comentários:

faa disse...

Ha pouco tempo tive em Valência e falamos disso lá.

É um habito ir sempre para o inglês. Algum espanhol fala para nós, recebemos a mensagem em espanhol, traduzimos para português, escolhemos a resposta, e mesmo sem querer, traduzimos para ingles para responder.. mas eles não percebem inglês.. então perdemos muito tempo, ficamos engasgados e sai um portenhol com inglês pelo meio.

David Pires disse...

Estes espanhois säo um bocadinho diferentes, já que sabem falar ingles, mas o problema é quando estäo juntos. Mas é fácil de resolver, e até há um grande respeito em todos tentarem falar em ingles.
Claro que em espanha é completamente diferente! Eles lá nem querem saber de mais nada.

(peco desculpa pela falta de acentos e coisas do género, teclado estranho onde estou)