segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Demanda pelo Termo da Imperícia


Ser jovem é ficar acordado até tarde a não fazer nada de importante, e acordar tarde com muita coisa importante por fazer. Ser jovem é querer uma coisa com toda a força do nosso corpo, mas quando finalmente se tem, deixa de ter valor. Ser jovem é ter planos arriscados, mas depois vacilar nos momentos em que há realmente algo em risco. Ser jovem é ter opiniões fostes sobre tudo, e achar que se tem de opinar acerca de tudo, mas depois não se gostar de ouvir a opinião dos outros. Ser jovem é apaixonar-se sem questionar, mas também é julgar e criticar sem pensar. Ser jovem é deixar-se levar achando que se tem a vida nas mãos, mas negar-se a ouvir quem a quer proteger. Ser jovem é ter um futuro, mas ma maioria das vezes só pensar no presente. Ser jovem é ter todas as capacidades físicas, mas passar dias sentado. Ser jovem é não aproveitar o que o mundo lhes oferece, mas achar que o que se faz é liberdade. Ser jovem é não aproveitar a juventude, mas pensar que sim. 

8 comentários:

humming disse...

Não, isso é ser teen.

€%$@ disse...

Eu ia comentar a dizer que não concordo nada, mas tenho sono porque me deitei tarde e já estou atrasada para as 1001 tarefas que tenho para fazer hoje. Com sorte talvez chegue a fazer duas dessas tarefas.

Ziza's N.E.M. disse...

Não concordo muito.

ana disse...

É verdade! E este título está top, mesmo :b

martolas disse...

um título para ti: a água suja do capitalismo selvagem.

Xana disse...

Adorei o texto. No que me diz respeito é tudo verdade ;)

David Pires disse...

Eu estava a escrever isto e a pensar no tipo de pessoas que haviam de comentar isto. Uns todos raivosos a discordar e outros que até conhecem bem a massa teen (bem dito pela humming) e sabem que a maioria é verdade. Ás vezes gosto de generalizar, sei que não o devo fazer na vida real, mas isto é o meu blog e faço o que quiser. Deviam era discordar todos!

martolas, se a última palavra fosse americano lá tinha eu de fazer um texto sobre coca-cola (que tu tanto falas mal). Vou ter de pensar sobre isso!

Ziza's N.E.M. disse...

és torcido ... como dizes-te e bem, a maioria. Não concordo muito, porque toda gente tanto adulto como adolescente acaba sempre por cometer o mesmo tipo de erros uns directamente outros indirectamente, tudo depende da mentalidade em si e dos comportamentos que há preferência em assumir.