sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Bocadinho

     Hoje apaixonei-me um bocadinho.
      Passeava com pouco interesse pelo centro comercial Miguel Bombarda, no Porto, e entrei numa daqueles lojas que está dividida em partes por vários comerciantes, e fui directo para a parte dos livros, sem reparar em ninguém. Peguei num livro do Sedarias, que estava virado de frente como se fosse recomendação, e comecei a ler um capítulo ao calhas e percebi que não havia ligação entre os capítulos, gostei do que li. Dois euros e noventa e nove. Fui pagar.
      Mal olho para o balcão vejo um sorriso, não sei dizer se era uma mulher ou uma rapariga. Podia ter 25 ou 30, não sei dizer, é aquilo tipo de mulher que, ou é nova e parece mais velha ou é mais velha do que aquilo que parece. Achei-a engraçada, não era especialmente bonita, mas tinha qualquer coisa de diferente. Quando me despedi ela sorriu outra vez, e percebi o que era, era o sorriso. Foi ai que me apaixonei um bocadinho. Mulheres bonitas a sorrir.
      Já passou. Já nem me lembro bem dela. Foi só no momento. E tenho um livro novo para ler.

3 comentários:

ana disse...

Haha, já me apaixonei assim :b

David Pires disse...

É facil. Não tens de preocupar mais :)

ana disse...

Mas pode ser uma desilusão x) Já me apaixonei assim por um rapaz no metro de Lisboa e fiquei triste quando dei conta que não ia saber nada sobre ele.