quarta-feira, 22 de junho de 2011

Vingança

     Sabem o que é que eu gosto? De pessoas vingativas, dá para rir um bocado. Normalmente as pessoas vingativas da realidade não são inteligentes como as vingativas das novelas brasileiras. Só arranjam vinganças que dá para rir, mas mesmo rir, e ainda gozar com isso, para depois elas terem vontade de se vingar outra vez e isto continua num ciclo vicioso. 
     Já vi pessoas a tentarem vingar-se, e foi ridículo, ou não funcionou, ou fez figura de parva. Não foi contra mim, eu não crio essas coisas, quer dizer... Agora que me lembro. Foi tão insignificante que nem conta, e eu nem me lembro bem o que foi, nem do que foi. É para verem o que essas pessoas marcam.
     Eu não sou vingativo, nem rancoroso, nem fico a remoer coisas parvas. Mas se calhar acumulo, que pode ser pior. Eu se fosse vingativo era mesmo à séria, destruir completamente. Tenho essa capacidade. É só conhecer bem as pessoas e saber os pontos fracos e depois usar isso sabiamente. Está feito. Vou abrir uma empresa baseada nisto. Vou pensar num slogan. 

5 comentários:

ana disse...

Ahaha, também não sou vingativa :b Gosto muito da nova imagem do teu blogue.
E se queres um slogan, vai a sloganmaker.com x)

David Pires disse...

Obrigado, ana.

Brown Eyes disse...

Concerteza! Quando se fala em vingança tem que ser uma coisa a sério;-)

luisa disse...

Olá David... ou melhor Zé David... pelo menos é assim que te conheço. Ela há coincidências... é que eu sou a mãe da Débora e do Guilherme :)) Quando vi o teu comentário no meu post intitulado Rua Abade Faria... achei logo que só podias ser tu. O mundo é pequeno e a blogosfera também. :))

David Pires disse...

Brow Eyes, é que é mesmo, Aquelas coisas pequenas e mesquinhas não servem para nada