sexta-feira, 1 de abril de 2011

Três Ms

     E não é que a minha mãe me mandou uma mensagem hoje de manhã a dizer que me tinha arranjado uma super 8, e eu acreditei? Sou tão puro. Eu nem uma mentira disse hoje. Para além do normal, claro. Nunca liguei muito ao dia das mentiras, mas os meus pais sempre me enganaram. Lembro-me de uma vez que me marcou muito, na qual o meu pai me telefonou a dizer que o avô estava lá em casa e tinha aparecido num formula 1. Como é que eu acreditei nisto? Não sei. Mas fiquei super entusiasmado, e depois nada.

     Olha gostava muito de ir aos Dias da Música em Belém. Todos os anos penso o mesmo, mas quando sei da coisa, os bilhetes já esgotaram. O ano passado sei que foi muito fixe. Este ano provavelmente não tenho tempo. Depois quando souber que afinal até tenho tempo, já não vai haver bilhetes. É mais uma coisa que quando acabar eu digo: para o ano há mais (outra vez). 

     Tenho de parar de comer porcarias (para não dizer outra palavra).

8 comentários:

ac disse...

Já somos os dois que temos de parar de comer porcarias :|

humming disse...

Para o ano, David, ligas à tua Mãe a dizer que ela vai ser avó de gémeos. Tumba.

David Pires disse...

ac, mas as porcarias chamam tanto por mim, deixar de comprar já é um começo. :)

humming, isso é que era! Mas ela acho que não acreditava... tinha de estar mais distraida

ana disse...

Tenho ali um pacote de Cheetos a sorrir para mim. Aaaah. (:

David Pires disse...

Ana, é mesmo esse o tipo de coisas que eu tenho de deixar de comer (apesar de não comer cheetos)

humming disse...

Por falar em porcarias. Um poema só para ti:

Ó Chuchu,
Tu que gostas de queiju,
Vai um Casumarzu?

martolas disse...

ainda há bilhetes em pé para o Porgy and Bess...
(e eu vou cantar) :)

David Pires disse...

humming, isso é um convite? É para ir à Sardenha? Mas não sei se tinha estômago para tanto.

Marta, pois, eu vi lá a tua cena. Mas não sei como está a minha vida nesse dia.