sábado, 15 de janeiro de 2011

Espuma e "Felicidade"

Tenho duas coisas a dizer, mas a primeira pode ferir susceptibilidades já que vai ser sobre um aspecto da minha higiene pessoal, preparem-se, e não digam que não avisei!

1 - Quando lavo os dentes, principalmente na ultima semana, ando com um problema. Aquilo quando se esfrega e escova e não sei quê, cria uma grande quantidade de espuma que quando cuspida sai assim como uma massa gigante vermelha! Isso mesmo vermelha, a minha boca não gosta de ser escovada. Sempre foi assim, mas esta semana está mais chata, se calhar os dentes do siso não ajudam, ou é porque ando a dormir pouco.

2 - Aqueles pessoas que não conseguem estar solteiras fazem me comichão, e eu conheço algumas (não és tu de certeza, não te preocupes). Qual é a cena deles? Sempre com aquilo do "preciso de alguém", poupem-me. Acho que o problema é que têm uma auto-estima abaixo de zero, e só quando acham que são amados, ou algo do género, é que se sentem bem consigo mesmos. Sim, porque estas pessoas não querem ter um namorado, amigo colorido, parceiro, companheiro de rituais estranhos, para trazer felicidade ao próximo, é mesmo só a pensar em si.
Com isto não estou a criticar quem procura a felicidade e quer partilhar essa felicidade com alguém, mas sim estes que acabei de descrever, não pensem que sou uma alma amargurada que não quer ninguém feliz.

Acho que devia começar a falar sobre os meus hábitos de higiene. Um blog chamado "Cabelos no Ralo". E eu escolhi o nome menos nojento, porque a minha mente voou por um bocado.

4 comentários:

Sarah disse...

ahaha deixa lá que também me acontece o mesmo quando escovo os dentes :P



Sarah
http://depoisdocinema.blogspot.com

David Pires disse...

Se calhar o ser humano foi feito assim, e a quem não lhe acontece não é normal :)
(acho que já sigo esse teu blog)

Inês Onofre disse...

É só para dizer que amei o 'companheiro de rituais estranhos'.

Percebo (e concordo com) o que disseste.
No entanto não sei se as pessoas que 'não conseguem estar solteiras' são todas assim tão 'egoístas'. Compreendo que não seja fácil voltar a estar-se 'sozinho' quando se termina uma relação de vários anos. Acho que depende muito da pessoa e da forma como esta encara as coisas.

A mim os amigos sempre me preencheram muito por isso não penso muito nisso.

Sim, era só para dizer aquilo mas deu-me vontade de comentar 'a sério'.

(Recuso-me a comentar o ponto 1 :b)

David Pires disse...

Acho que p que ias só dizer chegava :D eu pensei para mim mesmo quando escrevi aquilo: "se alguém disser que gosta disto é um herói", neste caso heroína.

Mas tens razão, eu se calhar generalizei um bocado, peguei em duas premissas e cheguei a uma conclusão, mas foi baseado em vários casos, mas claro que não conheço todos.