terça-feira, 24 de maio de 2011

Não Sei Quê

     Nunca ouvi tanta vezes o conjunto de palavras "não sei quê" como agora. Toda a gente diz, e muitas vezes sem necessidade nenhuma, porque não há mais nada. "Ah, fui às compras e não se quê". Mas "não sei quê" o quê? Não percebo. O pior de tudo é que eu já uso por vezes. Raios! 
      Até compreendo que pessoas com um nível de capacidade orativa fraco digam coisas do género (eu sou um exemplo, mas estou a pensar mudar isso), mas hoje ouvi uma professora a dizer "não sei quê", uma professora que até tem o dom da palavra, ou parece ter. Estou numa escola de comunicação, não se admite. 
       A moda do "coiso" e do "tipo" já acabou? Ou é só num nível diferente de evolução humana? Já estou farto do "não sei quê", podemos passar para o próximo nível, já.

10 comentários:

ana disse...

Uii, essa moda do "coiso" irrita-me solenemente --'

David Pires disse...

Marcou certas pessoas. :)

Anónimo disse...

Quando uma pessoa que diz ter acabado de ler um livro escreve "séptico" fico céptica (ou será "séptica"?) em relação às regras básicas da ortografia.... isto para não dizer chocada (está também muito na moda).

David Pires disse...

É que não aprendo a escrever essa palavra. Já é para ai a terceira vez neste blog que faço esse erro. Peço desculpa. Acho que fica mais bonito com "s"

aloe vera disse...

então e a moda do "realmente"? realmente, acho que realmente estar sempre a dizer realmente e não sei quê, é mesmo coiso...
há vícios linguísticos do caraças :)

David Pires disse...

Advérbios de modo estão na moda. O que me irrita mais é o "basicamente"

Catarina disse...

Pessoalmente detesto o "tipo", não é nada pessoal, ou melhor até é! O sacana não me larga a língua! não gosto nada disso :/

David Pires disse...

Odeio o tipo, mas já não o uso. Não vou dizer nunca, mas quase.

Rata disse...

Lembro-me que quando li isto a primeira vez ia fazer um comentário tão estúpido....
Mas coiso, era uma cena tipo assim e não sei quê e o que raio é esta nhanha toda.

David Pires disse...

Esses comentários levam logo com um revirar de olhos :)