sábado, 28 de maio de 2011

IPs

     Eu vejo guerra nos blogs que por ai andam. Que perigo! Mas é só blogs femininos, certo? Assim não tem piada. Tenho de começar a comentar muitos blogs, mas se forma muito irónica, e a gozar com toda a gente, para ver se isto se torna mais divertido. Só há um problema, parece que esta gente começa a atacar a vida pessoal de cada um, e eu não tenho protecção nenhuma, até quase digo onde moro aqui no blog. Vá não digo directamente, mas se forem perspicazes (como eu, mas eu sei que não são, pouca gente é) conseguem perceber onde vivo, depois é só fazer-me uma espera à saída do metro (ui, mais uma pista).
     Mas pelo que tenho lido até fazem pesquisas de IPs, e muita técnica manhosa. Mas só pode ser com ajuda, tenho de arranjar amigos em informática, porque não acredito que essa senhoras dos blogs saibam pesquisar IPs (mas se calhar estou a ser uma coisa que não me lembro do nome). Ok, se eu quiser até sei arranjar forma se saber os IPs das pessoas que comentam o meu blog com o nome original de "anónimo", mas tenho tantos trabalhos para fazer.
     As pessoas são a maior piada de sempre (reality is the best comedy). Tenho de me divertir mais com elas. Adoro intrigas e coisinhas, é ai que se mostra o verdadeiro ser humano, e eu gozo, porque esse sou eu. 

12 comentários:

humming disse...

Também me apercebi das confusões, ontem. Juntando aquele episódio dos miúdos do Facebook e outras coisas que andaram a acontecer na minha vizinhança, concluí o que se pode ler no meu último post. Eu acho que tenho muita sorte com as pessoas que vão ao meu blog. E felizmente sei escolher os blogs onde vou. Mas temos 12 anos ou quê? Haja vida para desperdiçar em coisas destas! Eu não a tenho. 100 anos não me chegam para ler tudo o que quero, quanto mais.

Quanto aos IPs, não é nada difícil. Basta teres o Sitemeter,por exemplo. Mas se a pessoa tiver IP mutável, sempre que iniciar nova sessão de internet aparece com um IP novo. Portanto, esse festim à volta do IP é ilusório.

Cada um que faça a sua vida. Eh pá, sinceramente. Está tudo louco.

David Pires disse...

As pessoas têm de se debater para mostrar que há algo mais por ali. Têm dificuldade em deixar andar, e com isto não digo para ficarem apáticas, mas há situações que nem vale a pena, e mais ninguém quer saber. Acho eu. Eu não quero.
Isto vindo de adultos deixa-me triste.

humming disse...

Eu não devia estar aqui, porque da última vez que vá vim eu fui fofinha e destratastes-me.

David Pires disse...

oh. desculpa. só fiquei confuso, não estou habituado. beijinhos (com ar de miúdo de dez anos que fez asneira)

ana disse...

Hahaha, essas intrigas são cómicas, são. Comigo ainda não aconteceu, mas também comentei no meu blogue. Enfim. Humanos!

David Pires disse...

Eu não gosto nada de humanos, mas não digas a ninguém :)

ana disse...

Eu não digo, shhh :)

Brown Eyes disse...

Já me apercebi de que anda para aí gente a atacar o que cada um escreve; sinceramente não há paciência.
Tudo bem, é um espaço público, as pessoas acham-se no direito de comentar, concordando ou discordando, mas daí até atacar...não acho normal.

Bjs

David Pires disse...

O mundo está estranho, as pessoas estão estranhas

Rata disse...

Bem, eu ao menos tenho um nome.

David Pires disse...

Um nome muito dúbio :)

Rata disse...

hum, hum!