sábado, 25 de dezembro de 2010

Sem Cor

Estou em branco. Se calhar devia estar vermelho ou verde. Ou da cor do peru. Mas estou em branco ou noutra “cor” neutra, o preto. Uma ausência de cor. Parece que o Natal está a perder a cor em mim, ou talvez esteja apenas sem ideias. Já não acordo e penso: hoje é Natal. Apenas penso: hoje não há nada para fazer, que seca.
Já não recebo brinquedos, e assim o dia seguinte tem menos significado. Antes passava o dia seguinte agarrado aos meus brinquedos novos e o dia passava a correr. Os dias até ao fim do ano misturavam-se numa mancha de cor e brincadeira que me faziam arrepender te der desejado que aquela primeira semana de férias passa-se o mais rápido possível. Só queria que os dias se prolongassem por mais umas horas.
Hoje é diferente. Parece que quero que passe tudo rápido. Ainda gosto muito do Natal, mas já não me faz estar aos pulos, já não é a razão da minha pressa por dia 24. Já estou relaxado, e uma das únicas coisas na minha cabeça são a (metam aqui uma palavra feia do vosso agrado) dos trabalhos da escolinha. Acho que são eles que não me deixam estar à vontade, e me deixam num misto de quero que passe o tempo mas não quero que chegue o dia de começar a rotina outra vez.
Talvez esteja só aborrecido. Posso não estar a pensar bem no assunto. Para o ano se calhar já está como antes e vou receber brinquedos outra vez. Hoje é que é Natal, por isso para ser igual a todos: Feliz Natal.

2 comentários:

Kat - カティア disse...

Exactamente como me sinto.
Não estudei nada ainda, mas o facto de saber que tenho que estudar, não me deixa aproveitar em pleno as minhas férias.
Também o facto de o Natal para mim ser prendas (ou era), de não acreditar em deus e no seu filho, tmb não ajuda muito.
Enfim, ag acho que isto só melhorará quando tiver criancinhas! Daqui a... 50 anos talvez!

David Pires disse...

50 anos parece me bem!
Porcaria de TRABALHOS! (vá já estou mais calmo) :)